Metas smart

Metas SMART - Cinco passos para definir metas alcançáveis

Por Oséias Arnaldo

Na volta do feriado, a primeira ação é reunir a equipe e traçar metas para a empresa que vão mudar o rumo do negócio. Isso parece válido por um ou dois meses, e no primeiro sinal de que as metas estão distantes, o planejamento do ano perde o sentido e é engavetado. Se você se identificou com a situação, pode ser que suas metas não estejam planejadas de forma estruturada. Por isso resumimos uma estratégia simples de se traçar metas: o SMART. 

Se você estipula metas soltas, como “comprar uma casa”, “viajar”, ou “fazer a empresa crescer”, você não tem metas, apenas sonhos, que nem o Martin ali em cima. Ainda dá tempo para rever suas metas! Tente validá-las segundo o método abaixo:

 

Específico (Specific)

Especificar uma meta é deixá-la livre de dupla interpretação. Levando como um exemplo contextualizado para a agência, “produzir posts” é um desejo, e não uma meta. Não ficou especificado se são posts para a redes sociais ou o blog, se são para clientes ou se estamos falando da própria React, muito menos a razão pela qual esta ação está sendo proposta.

Não específica: Produzir posts.

Específica (S): Produzir e publicar posts no blog da React.

A meta acima poderia ficar mais específica, mas manteremos assim por enquanto, para facilitar a explicação.

 

Mensurável (Measurable)

Toda meta deve ser mensurável, ou seja, possível de ser medida. Inserir um valor tangível é o que faz uma meta ser mensurável, possível de ser atingida em 100%. Uma meta mensurável é algo que não se joga ao vento. Em nosso exemplo, se a meta se manter em “produzir e publicar posts no blog da React”, apenas dois posts já cumpriria a meta, já que ao pé da letra, a palavra posts representaria duas ou mais postagens.

(S)(M): Produzir e publicar 500 posts no blog da React.

 

Atingível (Achievable)

Este item serve para não deixar os gerentes criarem metas mirabolantes, das quais a empresa simplesmente não tem braço para fazer. É preciso medir as distâncias, olhar os recursos disponíveis, o contexto em que a empresa se encontra, para então verificar se é possível atingir uma meta.

No nosso exemplo, publicar 500 postagens para um ano não seria possível, pois seria uma média de 2 postagens por dia, o que nos custaria praticamente um funcionário por dia apenas para o blog. Além disso, provavelmente atingiríamos um “limite criativo” dos assuntos que pretendemos explorar, o que torna esta meta totalmente inatingível. Então, vamos revisar a nossa meta:

(S)(M)(A): Produzir e publicar 48 posts no blog da React.

Neste caso são 4 posts por mês, cerca de uma postagem semanal, o que é atingível para a React, possível até de reservar um tempo da equipe justamente para escrever pro blog. Totalmente atingível.

 

Relevante (Relevant)

Garantir que uma meta seja relevante é refletir se esta ação levará a empresa a algum lugar, mais próximo de cumprir seus objetivos maiores. A pergunta básica é: realizar esta ação faz sentido para a empresa e as pessoas que estão nelas, e a levará para o próximo nível? Em nosso exemplo, escrever 48 posts aleatórios não faz sentido, pois poderíamos escrever sobre comédia, jogos, filmes, que não levaria a empresa a lugar nenhum. Afinal, postar nossa opinião sobre o Clube da Luta poderia nos ajudar a conseguir mais clientes? Seria relevante para a nossa carteira atual? Alguns clientes até gostariam, mas certamente não valeria o risco. Vamos deixar nossa meta relevante:

(S)(M)(A)(R): Produzir e publicar 48 posts no blog da React para alimentar nosso público alvo com informações úteis sobre nossa área e reforçar nossa autoridade como agência de marketing digital.

 

Temporizado (Time Bound)

O último item faz as coisas acontecerem dentro do tempo que deveriam. Se você delega uma meta sem um tempo específico, as pessoas podem fazer quando achar que devem, e provavelmente será sempre em um dia que não é hoje.

No nosso exemplo, não ficou especificado quando os 48 posts deverão ser feitos. Então poderíamos publicar 48 postagens de uma vez e depois não postar mais nada, ou fazer as postagens só em 2018, o que seria pior.

Para deixar nossa meta SMART, vamos temporizá-la.

(S)(M)(A)(R)(T): Produzir e publicar 48 posts em 2017 no blog da React para alimentar nosso público alvo com informações úteis sobre nossa área e reforçar nossa autoridade como agência de marketing digital. Serão 4 postagens publicadas a cada mês, em média de um post por semana.

 

O valor em criar metas inteligentes

O S.M.A.R.T é só um dos métodos possíveis de se traçar objetivos estratégicos. Independente de adotá-lo ou não, é importante validar que as metas realmente façam sentido para a empresa e para a equipe, caso contrário é preferível trabalhar sem metas. Sempre que você fizer uma reunião para definição de metas, tenha em mente que sua equipe é feita por pessoas com seus próprios desejos, anseios e expectativas sobre a empresa, e que metas não estruturadas podem prejudicar o engajamento destes profissionais.

Gostou do artigo? Espero ter ajudado!

< Voltar