Cuidado com a armadilha dos boletos falsos. Identifique se a cobrança referente ao seu site é verdadeira

Por Oséias Arnaldo - 27/10/2017

No último mês alguns clientes da React entraram em contato perguntando se deviam pagar um boleto no valor de R$ 89,90 referente à “hospedagem SEO” do site. Logo de cara pareceu suspeito, pois usamos servidores dedicados e repassamos o custo aos clientes. Alguns receberam o boleto via e-mail, e outros por correspondência física. Estamos fazendo este aviso para informar nossos clientes e evitar que você também caia nesse golpe.

Segundo o Registro BR, há relatos de inúmeras pessoas que estão recebendo em suas caixas de e-mails e pelos correios, boletos de cobrança apontando informações de valores em aberto relacionados aos registros de domínio com terminações “.com.br”.

Na grande maioria dos casos, a sinalização é de que existe valores em abertos. As precificações costumam ser abusivas e não condizem com o método de cobrança oficial. Quem os recebe, por falta de informação, fica com medo de perder o registro ou então ter seu nome negativado e acaba realizando o pagamento do boleto. Apesar de bem parecidos com os originais e muito bem feitos, isso é um golpe e é necessário ficar atento.

Como saber se o boleto de Registro.br é fraudado?

A cobrança do Registro.br é referente ao domínio ou seja, o endereço onde o site é acessado (ex: www.reactweb.com.br).  Em sua página oficial, o órgão deixa bem claro que não envia qualquer tipo de correspondência para a endereços físicos. Toda e qualquer troca de informação é feita através do e-mail cadastrado ou por solicitação de chamado. Os dados descritos no boleto também devem ser conferidos, inclusive os que são recebidos de forma online. As informações mais importantes são:

– O banco do boleto: Bradesco e numeração inicial 237-2;

– O CPNJ do Registro BR: J 05.506.560/0001-36;

– Agência e código: 2370-1 / 0029998-7

Para maiores informações sobre esse golpe, acesse o Informativo sobre boletos maliciosos do Registro.br.

Como agir ao receber um boleto malicioso?

Ao receber boletos referentes tanto a hospedagem quanto a domínios, o primeiro passo é desconfiar. O segundo passo é analisar se o boleto condiz com um dos serviços contratados. Na dúvida, acesse o serviço (registro.br ou hospedagem) contratado e gere o boleto pelo sistema administrativo. Ao concluir que o boleto é realmente malicioso, você pode simplesmente ignorá-lo (provavelmente não será o último) ou então entrar em contato com a delegacia de crimes virtuais da sua região e informar o fato.

O importante mesmo é defender o caixa da empresa dessas tentativas de golpe.

Receba nossos conteúdos