E-mail Marketing em Instituições de Ensino: Insights e Estratégias

O erro mais equivocado que uma equipe de marketing de uma IE pode cometer ao traçar estratégias é não incluir o e-mail marketing por acreditar que seu público-alvo, maioria jovens entre 15 e 29 anos, não abre e-mail. A pesquisa Juventude Conectada, realizada pela Telefônica em 2015 indica que 86% dos jovens abrem a caixa de e-mail cerca de 3,9 dias por semana.

Além disso, as taxas de aberturas de e-mails apresentam bons números no setor da educação. No Brasil, temos como referência a RD Station, que em seu benchmark possui a média de 21,2% em taxa abertura e 3,7% para cliques em link.

Neste conteúdo, mostraremos como utilizar de maneira eficiente, a ferramenta de e-mail marketing para IE. Além disso, mostraremos quais tipos de conteúdos usar para falar com seu público e algumas dicas para começar agora mesmo a utilizar o e-mail marketing em sua instituição. Confira!

Conteúdos para Relacionar com Potenciais Alunos por E-mail Marketing

Conteúdos para se Relacionar com Potenciais Alunos.

Separamos 7 tipos de conteúdos para relacionar em e-mail marketing.

Lembretes de Acompanhamento

Os lembretes de acompanhamento são muito eficazes para atração de novos leads e geração de leads recorrentes. Se não há processos seletivos abertos durante todo o ano, o lead espera ser avisado quando o próximo for lançado. Além de inscrições abertas, também são válidos avisos de provas se aproximando e similares.

Conteúdos Introdutórios

Envie conteúdos focados em cada curso que a IE oferece, abordando diversos assuntos como o mercado de trabalho, subáreas de atuação, opiniões e depoimentos de profissionais da área, principais eventos, entre outros. Mas lembre-se: provavelmente o público ainda é leigo no assunto.

Divulgue Conteúdos e Ações Relacionados aos Cursos

Quando trabalhamos com público alvo e personas bem definidas, é possível notar interesses em comuns entre alunos de determinados cursos. Por exemplo, apesar de não haver na grade conteúdos relacionados a Inteligência Artificial, isso pode ser interessante para alunos em potencial do curso de SI (como eles podem trabalhar com isso) e também para administração (como os negócios que eles vão gerir podem ser beneficiados). Abordar conteúdos sobre novidades em uma determinada área irá reforçar o posicionamento de inovação, que é necessário em qualquer instituição de ensino.

Convite para Eventos

Ao enviar este tipo de conteúdo, se atente à segmentação. Se o evento é sobre pedagogia, que sentido faria enviá-lo para o curso de engenharia civil?

Orientação Profissional

Boa parte do público alvo pretende ingressar em um curso, faculdade ou especialização porém não tem 100% de certeza sobre qual área deveria seguir. Para estes casos, conteúdos introdutórios, que apresentam os cursos e seus mercados de forma abrangente funcionam melhor. O importante aqui é elucidar quais são as aptidões que a pessoa desenvolverá em cada profissão, para ajudar o leitor a se enxergar em determinadas áreas do mercado.

Estrutura da IE

Se a estrutura da sua IE possui algum diferencial como equipamentos, espaço físico ou professores, este item pode muito bem se tornar conteúdo útil para os e-mails.

Depoimentos de Ex Alunos

A recomendação de pessoas reais que já tiveram uma experiência pode ser o impulso que faltava para que o lead ingresse no curso da sua IE. Depoimentos são cruciais durante a decisão de compra, por isso, invista em conteúdos desse tipo.

Diferença Entre e-mail Marketing e Automação

Enquanto o e-mail marketing são disparos realizados em massa para determinada segmentação em um momento pontual. A automação de marketing se trata de uma sucessão de vários e-mails pré-programados para serem enviados num período determinado. As trilhas de e-mail são uma boa estratégia para engajar e para automatizar o relacionamento com os leads.

No contexto da IE, uma boa estratégia é poder montar várias trilhas exclusivas para cada curso. Desta forma, todas as pessoas interessadas recebem conteúdos de forma organizada, independente da data em que ela manifestou interesse.

Dicas Rápidas Disparos de E-mail Marketing

Dicas Rápidas Disparos de E-mail Marketing

Algumas dicas simples podem ser o pontapé inicial para a elaboração de uma estratégia infalível, veja.

Escolha uma Boa Ferramenta de Disparo

Primeiramente, tenha em mente que a plataforma de disparo necessita ao máximo auxiliar você e sua equipe. Então, busque por uma ferramenta que facilite o envio dos e-mails. Além de fornecer relatórios com as métricas indispensáveis para análise da eficácia da estratégia que você está implementando.

Crie Segmentações e Fale Somente o que Interessa

Como falamos acima, não faz sentido você enviar conteúdos de cursos que destoam muito dos interesses do seu lead. Por isso, crie segmentações de acordo com os cursos e interesses que seu futuro aluno possa ter e envie somente conteúdos que serão relevantes para essa pessoa.

Métricas para Mensurar o Resultado do E-mail Marketing

Métricas para Mensurar o Resultado do E-mail Marketing

Para entender se sua estratégia está funcionando e trazendo resultados, algumas métricas de e-mail marketing são muito importantes, como:

  • Taxa de abertura – É a taxa mais essencial, que indica qual porcentagem de pessoas abriram o e-mail. Os fatores que mais influenciam a taxa de abertura são o título (precisa estar bem otimizado), o formato do e-mail (um e-mail 100% imagem tem mais chances de cair em SPAM) e o interesse do público.
  • Taxa de cliquesConsidera os cliques em links dentro do e-mail. São influenciados pelo formato dos CTAs (call to action) do e-mail.
  • Taxa de descadastroUm e-mail bem segmentado manterá a taxa de descadastro na média. Se algum e-mail extrapolar, é preciso dar uma atenção especial.
  • Taxa de bounce – Quando existe bounce quer dizer que o e-mail disparado não chegou até uma caixa que existe, e por isso o e-mail acabou voltando. É normal haver bounce, uma vez que eventualmente um lead pode cadastrar um e-mail errado, ou um e-mail falso (só pra pegar um conteúdo). Porém, assim como a taxa de descadastro, se houver uma alta repentina, é sinal de que algo está errado.

6 Erros Para Evitar no seu Próximo Envio de E-mail Marketing

Uma das ferramentas mais importantes para manter contato com clientes é a utilização do e-mail marketing. Sabendo disso, vamos apresentar os seis problemas mais comuns e as melhores formas de obter impactos positivos no relacionamento com sua base de contatos.

Erro nº 1 – Não Usar um Serviço Especializado

O primeiro erro é disparar as campanhas pelo e-mail do profissional de comunicação, colocando os destinatários com cópia oculta (CCO) e enviando aos poucos. O serviço de e-mail da empresa bloqueia o envio para um número maior de pessoas porque o e-mail transacional não foi feito para o envio em massa.

São inúmeros os problemas que não usar um serviço especializado pode trazer. Além de ser impedido de enviar novos conteúdos e entrar em uma lista de spam. 

Há várias soluções no mercado, desde as totalmente prontas, como o Mailchimp, às soluções mais rentáveis, como os servidores da Amazon SES (Simple E-mail Service).

Erro nº 2 – Enviar E-mail Marketing Apenas com Imagens

É impossível negar que enviar uma campanha, que contém apenas uma imagem é mais fácil do que diagramar uma peça em HTML. A maneira mais fácil, porém, não é a maneira correta. Ao enviar uma campanha com apenas uma imagem, o servidor do destinatário não consegue decifrar o conteúdo da mensagem, e por isso o marca como suspeito, aumentando o risco do e-mail cair na caixa de spam, prejudicando o desempenho da campanha. 

A diagramação em HTML permite um layout mais atraente para a peça e maiores chances dele chegar na caixa de entrada. Caso não seja possível diagramar o e-mail marketing em HTML, dê preferência a utilização de um texto unido a imagem. 

Erro nº 3 – Não usar CTA (Call To Action)

O termo Call to Action significa “Chamada para Ação”, o nome já explica: são dispositivos que estimulam a pessoa que abriu o conteúdo a realizar alguma ação.

A ação vai de acordo com a campanha, mas, geralmente, leva para outra página através de um link ou botão. Na página de destino, o usuário poderá ler uma página do blog, fazer um download, assistir um vídeo, se cadastrar ou fazer uma compra.

Erro nº 4 – Comprar Listas de Terceiros

A diferença primordial entre o e-mail marketing e o spam é que no primeiro caso as pessoas se cadastraram ou tem algum vínculo com a marca que faz a campanha, enquanto o spam é uma prática que incomoda, na qual a pessoa não pediu para receber o conteúdo.

Caso você adquira uma lista qualquer na internet, você estará fazendo spam, e perdendo muitos pontos com o público.

O ideal para ter uma lista sólida é entregar valor para os visitantes da sua página, para que eles se convertam em leads (cliente em potencial). Pode ser através de uma estratégia de conversão, com formulários em pontos estratégicos do site, que darão alguma informação rica ou oferta para aqueles que fizerem o cadastro. Uma ferramenta primordial para a geração de leads são as landing pages.

Erro nº 5 – Ignorar as Diretrizes Anti-spam

Além de diagramar os conteúdos em HTML e não comprar listas, há um conjunto de boas práticas recomendáveis que você deve seguir no disparo de e-mail marketing. Um exemplo simples e essencial é possibilitar uma maneira da pessoa poder parar de receber os conteúdos (opt-out)

No Brasil, o Comitê Gestor da Internet (cgi.br) disponibiliza uma lista simples de boas práticas de e-mail marketing em seu site, dedicado ao combate de SPAM.

Erro nº 6 – Fazer um Título Desinteressante

Este é sem dúvidas o erro mais triste, pois se você montou um bom conteúdo, planejou o envio, cuidou da lista, mas deslizou no título, o seu trabalho foi por água abaixo. Quando o título não é interessante o lead simplesmente não abre o conteúdo, então foi tudo em vão.

O título é a parte mais importante. Ter um título criativo, que não seja muito longo, aumenta muito as chances do usuário abrir a peça disparada. Outra tática é citar o nome dele no título da mensagem, fazendo com que a mensagem fique mais pessoal.

O e-mail marketing é uma ferramenta importante para manter um relacionamento com a base e para captação de alunos.  Neste conteúdo você pode conferir alguns conteúdos para nutrir a relação com o lead, algumas dicas valiosas e também métricas importantes que necessitam ser analisadas. Espero que este conteúdo tenha sido útil para você.

Que tal conversarmos sobre a otimização dos e-mails marketing da sua IE?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Mariellem Oliveira
Mariellem Oliveira

    * campos obrigatórios.

    Abrir chat